Retomadas negociações da Campanha Salarial 2019

Retomadas negociações da Campanha Salarial 2019

Escrito em 11/11/2019

Nesta segunda-feira (09/09), o SINDSALEM voltou a se reunir com o presidente da ALEMA, deputado Othelino Neto, para tratar das reivindicações da Campanha Salarial dos servidores estáveis e efetivos da Casa.



Na ocasião, o presidente do Sindicato, Nataniel Serejo, cobrou a reposição salarial de 5,07% pleiteada pela categoria, mas a Mesa Diretora disse não ter condições de conceder esse reajuste.



“No entanto, o presidente Othelino se comprometeu a apresentar uma contraproposta satisfatória para ambas as partes” – afirmou Nataniel.



Em seguida, o SINDSALEM voltou a criticar o Setor Médico da Casa, que apesar das cobranças do Sindicato, continua a recusar atendimento aos servidores aposentados, o que é inadmissível.



Em resposta, o deputado Othelino ordenou ao diretor-geral da ALEMA, Valney Pereira, que resolvesse esse problema com urgência.



Por sua vez, sobre a possibilidade de disponibilizar os contracheques dos servidores para consulta online, a Direção da Casa informou que está tentando contratar uma empresa para viabilizar o projeto, mas ainda sem sucesso.



Durante a reunião, o presidente Nataniel Serejo explicou, também, os motivos que levaram o servidor Luiz Noleto a renunciar ao cargo na Comissão Paritária do Novo Concurso Público da ALEMA, levando ao conhecimento do deputado Othelino que a referida Comissão não tem demonstrado qualquer interesse na realização do certame, recusando-se, por exemplo, a realizar reuniões, lançar o edital, dentre outras etapas previstas no cronograma do concurso, ignorando – por completo – as requisições de Noleto. “Por isso, apoiamos incondicionalmente a renúncia do nosso associado” – ressaltou.



O presidente da ALEMA, por sua vez, ficou de apurar os motivos do não andamento do certame, sem dar maiores explicações.



No fim da negociação, o SINDSALEM reforçou, ainda, que o Projeto de Lei (PL) nº 324/2019, de autoria da Mesa Diretora, viola a Constituição Federal, sobretudo, por inviabilizar a concessão dos adicionais de qualificação à categoria.



“Hoje, entregamos um documento, elaborado por nossa assessoria jurídica, explicando a ilegalidade desse projeto perverso, que – se sancionado – prejudicará sobremaneira os servidores do legislativo estadual. O deputado Othelino recebeu nossa defesa e garantiu que nos dará um posicionamento posteriormente. Esperamos, agora, que essa mesa de negociação seja permanente e que nossas reivindicações sejam atendidas. Porém, a categoria está a postos caso seja necessário convocar uma assembleia e definir um calendário de lutas, mas continuamos confiando no diálogo” – finalizou o dirigente sindical.



Além de Nataniel Serejo, representaram o SINDSALEM na reunião os diretores Raimundo Verde, Luzenice Macedo, Vitória Cirino, Dra. Irany e o assessor jurídico, Dr. Pedro Duailibe. Pela ALEMA, participaram o presidente Othelino Neto e o diretor-geral da Casa, Valney Pereira.